Como evitar o choque tóxico das regras?

Cinco casos de síndrome de choque tóxico relacionados a regras ocorreram recentemente no País do Loire. Diante desse perigo, várias ações preventivas são recomendadas pelos especialistas.

Embora a doença seja rara, está mais do que nunca no centro das atenções. A síndrome do choque tóxico é uma doença infecciosa causada por uma toxina bacteriana que se intromete na corrente sanguínea.
Para evitar ser vítima, são necessárias várias ações. Primeiro, o absorvente higiênico continua sendo o meio mais seguro de proteção periódica. Ao contrário dos tampões, ele não penetra na vagina.
O tampão foi implicado em casos recentes de choque tóxico, mas, se usado corretamente, não causará nenhum risco. Segundo especialistas, ele deve ser mantido por quatro a seis horas. Uma noite inteira já está correndo um risco.

Higiene em todos os níveis

Evitar a estagnação da menstruação é essencial, mas não é suficiente: a higiene deve ser impecável.
Antes de colocar sua proteção pessoal, ele deve lavar as mãos meticulosamente. O copo menstrual pode até ser esterilizado. Em vez de fazê-lo no início do ciclo, você pode fazê-lo com cada uso. Para conseguir isso, basta ferver a proteção na água para garantir que todas as bactérias sejam eliminadas.
Ao aplicar essas dicas, você minimizará o risco de sofrer um choque tóxico.

E se você duvidar de seu comportamento passado em períodos de menstruação, não hesite em observar qualquer sintoma. Inicialmente, são efeitos próximos a um gastro ou uma gripe. Ele deve então remover o buffer e consultar se esses sintomas permanecem.