Por que as memórias da primeira infância não ficam gravadas?

A explicação de um mistério que sempre nos surpreendeu ... Para todos, as memórias da primeira infância são muitas vezes raras. Um estudo canadense parece explicar como o cérebro apaga informações da infância.

Quando falamos sobre nossa própria infância, é raro lembrar o que fizemos aos 11 meses, 3 anos ou, às vezes, 6 anos. Por que é tão difícil, se não impossível, lembrar de seu primeiro aniversário, seu primeiro Natal, seus primeiros passos? A questão da amnésia infantil, ou seja, a ausência de memória antes dos 6 anos, fascina a comunidade científica há anos. Um estudo canadense oferece uma resposta a esta pergunta que todo mundo está perguntando. É a neurogênese, ou seja, o processo de criação de neurônios, que seria responsável por isso. Pesquisadores canadenses tentaram encontrar o mecanismo para esse desaparecimento das memórias da infância. O experimento foi realizado em dois tipos de camundongos, adultos e camundongos com cerca de 17 dias de idade, o que equivale a um ano em um bebê.

Para criar memórias nesses pequenos roedores, eles são colocados em uma gaiola de metal que os envia, em intervalos regulares, pequenos choques elétricos. No dia seguinte, eles se mudam para uma gaiola idêntica, mas sem choque elétrico. Assim que entra, os ratos adultos se agitam instantaneamente, enquanto os jovens não se lembram de nenhum choque elétrico. Os pesquisadores retomaram o experimento um mês depois, com exatamente o mesmo resultado. Como se, desenvolvendo, o cérebro apagasse memórias. Os pesquisadores então desaceleraram a fabricação de neurônios em ratos jovens e descobriram que sua memória estava realmente aumentada. Assim, acredita-se que a amnésia infantil se deva a esses novos neurônios que gradualmente apagariam as primeiras memórias para abrir espaço para novos neurônios e, consequentemente, mais tarde para novas memórias.

Essa descoberta é surpreendente, porque a maioria das pessoas pensa que novos neurônios envolvem melhor memória.

Uma explicação racional

O interesse prático dessa descoberta é dar uma explicação biológica para um fenômeno que, por exemplo, Sigmund Freud, que foi um dos primeiros a se interessar por esse fenômeno, atribuiu não à biologia, mas à psique. Para ele, o adulto seria incapaz de se lembrar de sua primeira infância, porque teria criado um mecanismo psicológico: a repressão. Isso permitiria aos adultos suprimir o surgimento de memórias relacionadas à sexualidade infantil.

Outra teoria propõe a hipótese de que o esquecimento das memórias da primeira infância se deve ao aprendizado da linguagem. A criança começaria a manter as memórias na memória quando pudesse contar suas memórias.

Com este estudo, temos uma nova faixa para agradar os fãs do racional!